Abstract
O caráter intersemiótico da audiodescrição coloca-nos diante da própria natureza interativa e intersubjetiva das linguagens humanas, as quais podem ser acompanhadas e comentadas pela palavra, cuja mediação possibilita um movimento tradutório que permite um trânsito entre imagens visuais e mentais, favorecendo a apropriação de conteúdos imagéticos por parte das pessoas com deficiência visual. [Jefferson Fernandes Alves]
Submitted by Samira Spolidorio on Thu, 13/07/2017 - 23:29